Basicamente, usamos a linguagem para falar sobre pessoas e coisas. Fazemos isso usando palavras em variados modos, como, por exemplo, para fazer afirmações, formular perguntas e dar ordens. As palavras que escolhemos são arranjadas em grupos, palavras estas que giram ou em volta de um substantivo ou em volta de um verbo. Mas, ...

 

01 Como escolher seu professor?

02 Quais as vantagens de se ter um professor nativo?
03 Quanto tempo se leva para aprender um novo idioma?
04 Como ensinar alguém a falar?
05 Quais são as habilidades básicas para poder ensinar?
06 Que métodos usar?
07 Qual a relevância do conhecimento do professor?
08 O que é gramática?
09 O professor de inglês deve saber gramática portuguesa?
10 O que é conversação?
11 Como fazer conversação?
12 O aluno deve saber gramática?
13 Quanto tempo estudar?
14 Quantas horas estudar com o professor?
15 Que exercícios fazer?
16 Por que estudar fonética?
17 Como adquirir vocabulário?
18 Quantas palavras memorizar?
19 Como memorizar palavras?
20 Como adquirir fluência?
21 Como entender com facilidade?
22 É importante falar com um sotaque específico de certa região?
23 Existem caminhos mais curtos para se aprender uma língua?
24 Qual é a maior dificuldade no aprendizado de uma língua?
25 Como memorizar palavras e estruturas?
26 Que tipo de leitura é recomendável para otimizar o aprendizado?
27 Qual pode ser o papel da internet no aprendizado?
28 Com quem praticar?
29 Quem pode aprender a falar?
30 Ensinar o quê? Quando?
31 Já falo um pouco. Ao começar as aulas, perderei a fluência?
32 O que são os níveis básico, intermediário e avançado?
33 Quando conseguirei entender nativos, músicas e filmes?
34 Mas, sim, e agora? Preciso aprender inglês mas não posso, no momento, arcar com a qualidade oferecida.
35 Qual a diferença entre estudar com o método Casa do Alan e estudar com os livros adotados por escolas?
36 Em que fase do aprendizado estou?
37 Qual o diferencial do curso Casa do Alan?

 


01 Como escolher seu professor?


Se você não possui alguém que lhe possa recomendar a um professor, por favor veja as propostas seguintes. Voltar

 

02 Quais as vantagens de se ter um professor nativo?


Quando não estamos aprendendo uma língua no país onde essa língua é falada, técnicas diferentes devem ser usadas, principalmente para se ganhar tempo. Se estamos aprendendo inglês no Brasil, o português torna-se uma ferramenta importantíssima para a aceleração do aprendizado. O professor nativo torna-se uma excelente opção se tiver conhecimento de gramática portuguesa, inglesa, conhecimento de fonética e didática. Imagine-se fazendo suas malas e partindo para a Inglaterra para lá ensinar português. Não basta falar a língua, ensinar é uma arte. (Veja em meu website um curso completo para você aprender inglês sozinho ou fazer aulas particulares de inglês com professor particular de inglês em Curitiba e online.) Voltar

 

03 Quanto tempo se leva para aprender um novo idioma?


Esta é a pergunta que mais ouço e a de mais fácil resposta. Imagine uma criança de dois anos a falar. É mágico e belo. Imagine agora seu escritor favorito. Novamente mágico e belo. Após começar seus estudos da língua, você pode escolher parar quando tiver dois anos, dez, trinta, ou, como recomendo, nunca parar. É possível falar o inglês básico em seis meses. Isso quer dizer que o domínio dos tempos verbais, vocabulário de duas a três mil palavras e domínio de estruturas básicas da língua é possível. E não é possível falar sem cometer erros gramaticais com menos de três anos de estudos, salvo se feitas grandes imersões. Também isso não é válido para todos os tipos de estudantes. Já preparei um garoto de quinze anos, que nunca havia frequentado escolas de língua, em três meses, para o Toefl. Isso significa que ele pode falar, ouvir e escrever satisfatoriamente para poder ingressar em uma universidade de língua inglesa. Veja também a questão 34. (Veja em meu website um curso completo para você aprender inglês sozinho ou fazer aulas particulares de inglês com professor particular de inglês em Curitiba e online.) Voltar

 

04 Como ensinar alguém a falar?


Lembro-me de dúvidas que expus a algumas pessoas com maior conhecimento que eu da língua, e muitas vezes me decepcionava por não ter essas dúvidas sanadas. O professor, é claro, e isso é o que se espera dele, deve conhecer a gramática em sua totalidade, além de ter vastíssimo vocabulário e dominar as expressões idiomáticas da língua. Desnecessário dizer que o conhecimento da fonética e a capacidade de transmiti-la ao aluno é fundamental. (Veja em meu website um curso completo para você aprender inglês sozinho ou fazer aulas particulares de inglês com professor particular de inglês em Curitiba e online.) Voltar

 

05 Quais são as ferramentas básicas para se poder ensinar?


Conhecimento, didática, metodologia.(Veja em meu website um curso completo para você aprender inglês sozinho ou fazer aulas particulares de inglês com professor particular de inglês em Curitiba e online.)  Voltar

 

06 Que métodos usar?


Tenho compilado os mais diversos métodos ao longo desses trinta anos de pesquisa e extraído deles sua essência. Essa essência da língua, do básico ao avançado, é muito mais simples do que podemos imaginar. A internet é um instrumento complementar muito importante na área do ensino de línguas, sendo uma fonte inesgotável de pesquisa para professor e aluno. Tento passar em inglês para meus pupilos aquilo que de relevante acontece hoje no Brasil e no mundo. O contato com artigos atuais dá-nos margem a uma conversação real e frutífera. (Veja em meu website um curso completo para você aprender inglês sozinho ou fazer aulas particulares de inglês com professor particular de inglês em Curitiba e online.) Voltar

 

07 Qual a relevância do conhecimento do professor?


A menor distância entre dois pontos é uma... Quanto mais vasto o conhecimento do mestre mais visão ele terá para mostrar o caminho mais curto ao aprendiz. Tenho alunos que já passaram de um mês a cinco anos nos Estados Unidos, Inglaterra ou Austrália. Suas principais dúvidas se relacionam ao uso correto da gramática, mas seus maiores erros estão em sua pronúncia. Uma vez que você erra na emissão de um som, todas as outras palavras que possuem aquele determinado fonema (som) tendem a ser pronunciadas com erro. (Veja em meu website um curso completo para você aprender inglês sozinho ou fazer aulas particulares de inglês com professor particular de inglês em Curitiba e online.) Voltar

 

08 O que é gramática?


A gramática é o estudo da linguagem e de suas leis. Não há como aprender uma língua sem estudar sua gramática, mas é possível aprender gramática sem sequer saber que o está fazendo. Para isso, o mestre deve extrair da gramática nada mais do que aquilo que interessa a seu pupilo. Deixemos, se em comum acordo, aos catedráticos seu conhecimento profundo. (Veja em meu website um curso completo para você aprender inglês sozinho ou fazer aulas particulares de inglês com professor particular de inglês em Curitiba e online.) Voltar

 

09 O professor deve saber gramática portuguesa?


É uma ferramenta bastante útil. Com o conhecimento da gramática portuguesa, o professor vai ser capaz de condensar informações que serão então passadas ao aluno. Às vezes, um pequeno facho de luz sobre determinada questão elucida dúvidas generalizadas. (Veja em meu website um curso completo para você aprender inglês sozinho ou fazer aulas particulares de inglês com professor particular de inglês em Curitiba e online.) Voltar

 

10 O que é conversação?


Falar, falar, falar. Sobre tudo. Após nosso primeiro contato com uma palavra nova, devemos nos permitir usá-la ou reconhecê-la antes que a esqueçamos. Minhas aulas são usadas fundamentalmente para a conversação. Exercícios para solidificar vocabulário e estruturas serão feitos, preferivelmente, na casa do aluno. (Veja em meu website um curso completo para você aprender inglês sozinho ou fazer aulas particulares de inglês com professor particular de inglês em Curitiba e online.) Voltar

 

11 Como fazer conversação?


O mestre dever ser um excelente ouvinte e didaticamente curioso. Enquanto o aluno solta o verbo o professor usa a caneta para anotações que, por fim, serão comentadas. (Veja em meu website um curso completo para você aprender inglês sozinho ou fazer aulas particulares de inglês com professor particular de inglês em Curitiba e online.) Voltar

 

12 O aluno deve saber gramática?


Não dói nem atrasa o aprendizado. Pelo contrário, acelera-o. Pinceladas básicas sobre o que é um 'adjetivo' ajuda, e muito. Há uma lei na gramática inglesa, por exemplo, que nos diz que devemos usar 'ing' (eating=comendo) depois de preposições. Acho, então, que é válido saber reconhecer uma preposição. (Veja em meu website um curso completo para você aprender inglês sozinho ou fazer aulas particulares de inglês com professor particular de inglês em Curitiba e online.) Voltar

 

13 Quanto tempo estudar?


Quando gostamos de algo queremos mais e mais. Quando não gostamos queremos distância. Não há como começar uma jornada com uma pedra no sapato. Por isso acho que o estudo de uma língua deve ser prazeroso desde seu princípio para que a vontade de um contato contínuo com seu estudo seja despertada de imediato. Veja também a questão 34. (Veja em meu website um curso completo para você aprender inglês sozinho ou fazer aulas particulares de inglês com professor particular de inglês em Curitiba e online.) Voltar

 

14 Quantas horas estudar com o professor?


A cada hora com o professor é possível para o aluno estudar outras dez. Um aluno bem disciplinado pode - e deve - render também longe do professor. Este nada mais é do que um instrumento que o aluno usa para tirar suas dúvidas e praticar a fala. O número de horas a serem ministradas depende diretamente da possibilidade e/ou urgência do aluno. Sem dúvidas, quanto mais horas com ou sem o professor, melhor. (Veja em meu website um curso completo para você aprender inglês sozinho ou fazer aulas particulares de inglês com professor particular de inglês em Curitiba e online.) Voltar

 

15 Que exercícios fazer?


Penso que temos um limite para começar e interromper coisas. Chega um tempo em que optamos por não mais fazer isto ou aquilo, nossa paciência se esgota. Há alunos que não querem mais preencher cadernos de exercícios. Não vejo problema aí, há outras maneiras. A leitura, por exemplo, nos presenteia com estruturas após estruturas, vocábulo após vocábulo. É um tipo de exercício muito efetivo para mantermos nosso inglês em dia. Existem livros de leitura facilitada para qualquer estágio em que se encontra o aluno. As estórias são contadas a partir de quatrocentas palavras, e especial ênfase é dada a tempos verbais nesta ou naquela estória. Mas, se esse também não for o caso, tenho alunos que depois da fase básica optam para desenvolver apenas a conversação. (Veja em meu website um curso completo para você aprender inglês sozinho ou fazer aulas particulares de inglês com professor particular de inglês em Curitiba e online.) Voltar

 

16 Por que estudar fonética?


Existem vários sons em inglês que não existem no português. Para sermos entendidos com clareza é preciso que emitamos corretamente esses sons. Como poderemos entender bem se não existem registros em nossa mente do som que aquele nativo está emitindo? Ter sotaque é uma coisa, pronunciar errado é outra. (Veja em meu website um curso completo para você aprender inglês sozinho ou fazer aulas particulares de inglês com professor particular de inglês em Curitiba e online.) Voltar

 

17 Como adquirir vocabulário?


Existem em inglês mais de meio milhão de vocábulos. Nossa meta é aprender o maior número deles, indefinidamente. O professor pode definir o uso de muitos, mas a melhor maneira de conhecê-los é garimpando no dicionário cada palavrinha. Este pode ser um exercício muito prazeroso se provido de um bom dicionário. Recomendo o Dictionary of contemporary English, da Longman, também online. Você pode baixar um plug-in aqui para usar o Free dictionary com um clique no mouse enquanto estiver conectado. (Veja em meu website um curso completo para você aprender inglês sozinho ou fazer aulas particulares de inglês com professor particular de inglês em Curitiba e online.) Voltar

 

18 Quantas palavras memorizar?


Nossa meta é atingir um nível onde o inglês seja tão fácil quanto o português. Adquirir vocabulário é a última etapa no aprendizado de uma língua. E ela não tem fim. Você suspirará com alívio quando estiver apto para ler uma 'Time' como se estivesse lendo uma' Veja'. Definitivamente, isso vai depender de cada estudante. Desnecessário dizer que podemos falar muita coisa já na primeira semana de estudos. (Veja em meu website um curso completo para você aprender inglês sozinho ou fazer aulas particulares de inglês com professor particular de inglês em Curitiba e online.) Voltar

 

19 Como memorizar palavras?


Sempre digo que devemos ver uma palavra novamente antes de termos tempo para esquecê-la. Portanto, o contato diário com a língua é fundamental, não importando qual seja. (Veja em meu website um curso completo para você aprender inglês sozinho ou fazer aulas particulares de inglês com professor particular de inglês em Curitiba e online.) Voltar

 

20 Como adquirir fluência?


Em determinado dia, sem mais nem porquê, aquele aluno que tropeçava muito nas palavras, de repente, tem o 'click', solta a língua. É isso mesmo,  de um dia para o outro. Falar só se aprende falando. E, na falta de companheiros, por que não ser seu próprio interlocutor? Lembro-me que costumava falar muito em inglês comigo mesmo. Devemos criar o hábito de fazer com o inglês tudo o que fazemos com o português. Naturalmente o sonho em inglês acontecerá. (Veja em meu website um curso completo para você aprender inglês sozinho ou fazer aulas particulares de inglês com professor particular de inglês em Curitiba e online.) Voltar

 

21 Como entender com facilidade?


Evidentemente, quanto mais vocabulário tivermos, mais facilidade teremos para entender. Mais fácil ainda será se combinarmos um rico vocabulário com um rico conhecimento de fonética (som). Você consegue imaginar uma determinada palavra sair da boca de alguém, entrar em seu ouvido e lá encontrar sua própria fôrma? Quero dizer, como entender uma palavra se não tenho registro de seu som em minha mente, ou quando esse registro encontra-se errado? A maioria de nós não tem a facilidade de uma criança para imitar sons que ouvimos de pessoas à nossa volta. Um contato visual com os símbolos dos fonemas faz a vez do fabuloso gravador que trazíamos na cabeça quando pequenos. (Veja em meu website um curso completo para você aprender inglês sozinho ou fazer aulas particulares de inglês com professor particular de inglês em Curitiba e online.) Voltar

 

22 É importante falar com um sotaque específico de certa região?


Com o conhecimento amplo da língua falada em uma determinada região é possível entender os falantes de qualquer outra. É necessário, porém, um curto período para adaptação ao sotaque. (Veja em meu website um curso completo para você aprender inglês sozinho ou fazer aulas particulares de inglês com professor particular de inglês em Curitiba e online.) Voltar

 

23 Existem caminhos mais curtos para se aprender uma língua?


Existem caminhos mais curtos, mais longos e caminhos que não levam a parte alguma. Por exemplo, em inglês existem apenas três colunas de verbos:
go / went / gone. Temos que nos virar com isso. Se o professor não estiver preparado, ele poderá tornar uma coisa absolutamente simples em uma confusão sem tamanho. (
Veja em meu website um curso completo para você aprender inglês sozinho ou fazer aulas particulares de inglês com professor particular de inglês em Curitiba e online.) Voltar

 

24 Qual é a maior dificuldade no aprendizado de uma língua?


A maior dificuldade para se aprender uma língua é encontrar tempo suficiente para fazê-lo. Mas já tive um caso de um aluno que dedicou ao intento todo seu tempo disponível e, motivado por determinação e urgência, conseguiu excelente resultado em apenas três meses. Dominava bem todas as estruturas básicas e já fazia uso de pelo menos mil palavras. Quanto ao grau de dificuldade das etapas, faria eu a seguinte classificação, do mais fácil ao mais difícil: reading, speaking, writing e listening - ler, falar, escrever e escutar. (Veja em meu website um curso completo para você aprender inglês sozinho ou fazer aulas particulares de inglês com professor particular de inglês em Curitiba e online.) Voltar

 

25 Como memorizar palavras e estruturas?


Eu costumava preencher cadernos e cadernos. Mas tenho tido contato com alunos que têm a memória auditiva mais aguçada que a visual. O contato contínuo é fundamental para que nos demos a chance de reconhecer uma estrutura antes de esquecê-la. Acho a leitura a melhor forma de manter o inglês 'polido'. (Veja em meu website um curso completo para você aprender inglês sozinho ou fazer aulas particulares de inglês com professor particular de inglês em Curitiba e online.) Voltar

 

26 Que tipos de leitura são recomendáveis para otimizar o aprendizado?


Todos. Devemos nos deixar expostos a todo tipo de informação, exatamente como fazemos com o português. Sem nos darmos conta estamos lendo um letreiro, folheando uma revista, ouvindo um pronunciamento, etc. Não existe uma palavra mais importante que outra. Existem, sim, fases no aprendizado. É claro que a palavra 'water' (água) é mais conhecida que 'midshipman' (aspirante). Mas temos que saber as duas. Disponibilizo 400 livros de leitura graduada para meus alunos. (Veja em meu website um curso completo para você aprender inglês sozinho ou fazer aulas particulares de inglês com professor particular de inglês em Curitiba e online.) Voltar

 

27 Qual pode ser o papel da internet no aprendizado?


Atualmente, quando não podemos sanar uma dúvida com um nativo perguntamos à internet. (Veja em meu website um curso completo para você aprender inglês sozinho ou fazer aulas particulares de inglês com professor particular de inglês em Curitiba e online.) Voltar

 

28 Com quem praticar?


Sinto que o aluno sente-se mais à vontade para 'arriscar' com seu professor. É terminantemente impossível aprender sem cometer erros. Com assertividade, é possível até mesmo filosofar em inglês depois de alguns meses de estudo. Aliás, por que não trocar uma idéia em inglês consigo mesmo, sempre que possível? Tenha à mão um bloco para anotar suas dúvidas e esclarecê-las (clear them) com seu mestre. (Veja em meu website um curso completo para você aprender inglês sozinho ou fazer aulas particulares de inglês com professor particular de inglês em Curitiba e online.) Voltar

 

29 Quem pode aprender a falar?


Tenho uma excelente aluna com setenta e sete anos. (Veja em meu website um curso completo para você aprender inglês sozinho ou fazer aulas particulares de inglês com professor particular de inglês em Curitiba e online.) Voltar

 

30 Ensinar o quê? Quando?


Ah, a didática. Um professor não deve nunca colocar a carroça na frente dos bois. Há coisas básicas, sim, que devem servir de degraus a coisas mais complexas. Essas coisas são chamadas de 'estruturas'. (Veja em meu website um curso completo para você aprender inglês sozinho ou fazer aulas particulares de inglês com professor particular de inglês em Curitiba e online.) Voltar

 

31 Já falo um pouco. Ao começar as aulas, perderei a fluência?


Sim. O aluno quando vem até mim geralmente traz erros que vinha acumulando ao longo de seu tempo de estudo. Solicito a ele que preste mais atenção aos tempos gramaticais, pronúncia, etc. Ao fazer isso, ele vai diminuir sua velocidade para mais tarde retomá-la, mas sem os erros cometidos anteriormente. (Veja em meu website um curso completo para você aprender inglês sozinho ou fazer aulas particulares de inglês com professor particular de inglês em Curitiba e online.) Voltar

 

32 O que são os níveis básico, intermediário e avançado?


Baseado em minha experência - e o que segue pode e deve sofrer influência de diferentes variáveis -, veja o que entendo sobre os seguintes níveis:
Nível básico: Estude uma hora por dia durante um ano e adquira um vocabulário de mil palavras;
Nível intermediário: Estude uma hora por dia durante dois anos (ou duas horas por dia durante um ano) e adquira um vocabulário de duas mil palavras;
Nível avançado: Estude uma hora por dia durante três anos (ou três horas por dia durante um ano) e adquira um vocabulário de três mil palavras;
Nível de primeiro certificado: Estude uma hora por dia durante quatro anos (ou duas horas por dia durante dois anos) e adquira um vocabulário de quatro mil palavras;
Nível de proficiência: Estude uma hora por dia durante cinco anos (ou duas horas e meia por dia durante dois anos e meio) e adquira um vocabulário de cinco mil palavras. Continue aumentando seu vocabulário. (
Veja em meu website um curso completo para você aprender inglês sozinho ou fazer aulas particulares de inglês com professor particular de inglês em Curitiba e online.) Voltar

 

33 Quando conseguirei entender nativos, músicas e filmes?


Alcançar uma habilidade satisfatória de listening - ou escuta - é uma das mais difíceis conquistas ao aprender um idioma, pois o aprendiz está sujeito a diferentes sotaques, dicção, vocabulário (seu e de seu interlocutor ou fonte) e a velocidade que imprime o falante. A capacidade para entender está diretamente ligada a quanto tempo o aluno se expõe ao idioma falado e ao tamanho de seu vocabulário (veja questão 34). Explore filmes. Assista-os sempre com o áudio em inglês e legendas em inglês e português e sem legenda. Repita exaustivamente e com diferentes filmes e países de origem. (Veja em meu website um curso completo para você aprender inglês sozinho ou fazer aulas particulares de inglês com professor particular de inglês em Curitiba e online.) Voltar

 

34 Mas, sim, e agora? Preciso aprender inglês mas não posso, no momento, arcar com a qualidade oferecida. 


O professor consciente da importância dessa preocupação do pretendente às aulas lhe diria: É mais produtivo e viável algumas horas com qualidade do que aquelas muitas com dificiência do essencial. É contrassenso investir em conhecimentos parcos, pois desse investimento sobrarão três coisas: a perda de dinheiro (recuperável), o desperdício de tempo (irrecuperável)e, para coroar, a aquisição de vícios. (Veja em meu website um curso completo para você aprender inglês sozinho ou fazer aulas particulares de inglês com professor particular de inglês em Curitiba e online.) Voltar

 

35 Qual a diferença entre estudar com o método Casa do Alan e estudar com os livros adotados por escolas?


Por ser o método de inglês Casa do Alan desenhado para autodidatas, o aluno poderá fazer quantas unidades quiser por semana, pois estudará pelos vídeos de gramática confeccionados pelo Alan. O professor quebrou, assim, o ciclo de o aluno ter de ir à escola, aprender o conteúdo da aula, estudar em casa, ter outra aula para aprender novo conteúdo. (Veja em meu website um curso completo para você aprender inglês sozinho ou fazer aulas particulares de inglês com professor particular de inglês em Curitiba e online.) Voltar

 

36 Em que fase do aprendizado estou?


Imaginar é bom. Então imagino o veranista entrando em uma agência de viagem a buscar umas boas férias. O agente lhe diz que o seu destino não está bem definido, o itinerário muito menos e, quando chegar, isso ele não vai lhe dizer mesmo. O veranista adquire o pacote e embarca. Qualquer semelhança com um candidato a aprender uma língua não é coincidência, pois é isso o que acontece na vida real. Ora, o futuro aluno deve saber qual o destino (objetivo), qual o itinerário (a metodologia) e quando chegará (quando falará). 
No curso Casa do Alan ao aluno é apresentado um projeto de estudos. Ele saberá exatamente de onde está partindo, o nível em que se encontrará durante todo o curso e quando terá fluência básica, intermediária e avançada no idioma. (
Veja em meu website um curso completo para você aprender inglês sozinho ou fazer aulas particulares de inglês com professor particular de inglês em Curitiba e online.) Voltar

 

37 Qual o diferencial do curso Casa do Alan?


As aulas do professor Alan são usadas integralmente para conversação, pois o aluno tem acesso online a todo o conteúdo do curso (vídeos de gramática e de exercícios orais, apostilas e livros de leitura graduada), o que lhe permite realizar, se preferir, seus estudos em casa e complementá-los, se necessário, com o professor, em sala. O aluno, assim, não mais precisa ir até o professor para buscar conteúdo para estudar em casa, ciclo este que retarda o aprendizado e que foi quebrado por esse método inovador desenvolvido por Alan. O aluno dita a velocidade do curso, não o contrário. (Veja em meu website um curso completo para você aprender inglês sozinho ou fazer aulas particulares de inglês com professor particular de inglês em Curitiba e online.) Voltar

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Professor particular de inglês em Curitiba