Prazo de entrega furado, informações imprecisas e problemas gigantes no estorno que não aconteceu. Estou com advogado no caso.

Loja NOVA ERA PORTAS

CNPJ 11.875.621/0001-35

Otto Cesar Schorner (empresário individual)

Avenida Brasília 4925 – Novo Mundo – Curitiba  - Paraná

www.novaeraportas.com.br

 

Caros leitores, sonhadores, justas pessoas, pessoas honradas, pessoas honestas, gente boa, gente de brio, gente que luta por um mundo melhor, gente que guarda em seu coração a honra e a dignidade e que se revolta com a trapaça e a subtração do bem adquirido com o suor do trabalho pela gente de bem. O que segue não é uma simples reclamação neste site que ajuda os enganados a ter de volta, ou pelo menos tentar ter, um pouco da dignidade que lhes foi roubada, usurpada em seu momento de sonho e distração. Rogo-lhes que leiam meu relato imbuídos do sentimento mais caro que nos foi dado por Deus, o sentimento maior, o sentimento de justiça. Coloquem-se ao lado do bem e não permita que o mal se espalhe, não dê chance à mão que se estende para tomar-lhe o fruto que o seu trabalho lhe proporcionou. O rou-bo que narro a seguir equivale a UM ANO de trabalho de alguém que ganhe o salário mínimo, algo vampiresco. É muito descaso com a vida humana, muita falta de caráter, o inimaginável, o mal em si.

 

Venho ao Reclame Aqui narrar uma experiência que tive com a empresa Nova Era Portas, que foi por mim contratada para a instalação de quatro portas em minha residência. Essa instalação incluiria porta, vistas e caixilho. Três destas portas seriam instaladas no final de agosto (prazo de 40 dias) e uma, a principal, a que necessita de urgente troca, em quinze dias, isto é, até dia 25 de julho de 2020. Fui até à loja com um orçamento que com muito suor poupei para iniciar uma sonhada reforma que, já de início, foi interrompida pela protagonista deste relato, a loja Nova Era Portas, na cidade de Curitiba, no bairro do Novo Mundo, a loja que escolhi para tornar meu sonho em realidade.

 

A vendedora e proprietária Lurdes Peixe Schorner EMITIU UM PEDIDO para as quatro portas e me deu um RECIBO (disse que não emitiria a Nota Fiscal ainda. Esta só seria emitida quando fosse transportar as portas para a minha residência). Mesmo sem a emissão da Nota Fiscal, paguei o valor total da compra e mão-de-obra.

 

O técnico (Paulo) foi enviado para fazer as medidas. Ele as tirou e somente depois me informou que o ideal seria tirar os caixilhos das portas para que as medidas ficassem perfeitas. Deduzi, óbvio, que as medidas tiradas por ele não eram perfeitas, com o que ele concordou, me dizendo que poderia haver algumas diferenças pelo fato de ele não poder ver a largura do caixilho. Também me informou que haveria danos nas paredes e pisos durante a troca dos caixilhos e vistas e que essa reforma não estaria a cargo da empresa (costumo contratar empresas para executar a obra toda, para evitar que um fique jogando um problema para o outro). Acho que deveria ter sido informado sobre possíveis reformas.

O técnico também me relatou que diversas vezes já tinha sugerido para a Lurdes não fechar compras ANTES de ele vir fazer a visita técnica. Mesmo com esses constantes alertas de seu próprio técnico, ela prontamente fechou a venda sem ao menos saber se as condições de instalação estariam satisfatórias (percebo agora que, pelo fato de ela ter tirado o PEDIDO sem emitir a Nota Fiscal, o pagamento não deveria ter sido efetuado).

 

Além deste "pequeno" problema, o Paulo me falou, para minha enorme surpresa e decepção, que somente iria poder instalar as QUATRO portas no final de agosto, isto é, a porta prometida para 25 de julho não seria instalada. Tinha deixado CLARÍSSIMO para a Lurdes que esta porta pesada de correr, cuja barra de metal está se soltando da parede, podendo cair e machucar meus animais de estimação, DEVERIA ser trocada dentro do prazo combinado e que eu NÃO ACEITARIA prorrogação do mesmo.

No recibo, como vocês podem ver na foto dos pedidos, consta o prazo de entrega de 40 dias para as 3 portas que seriam instaladas em setembro, mas o pedido para a porta que tenho urgência, que EXIGI que fosse instalada em 15 dias, a vendedora deixou a data de entrega EM BRANCO!

 

Perdi a confiança e decidi solicitar o cancelamento da venda.

 

Falei com a dona da loja, Lurdes Peixe Schorner e ela me disse: "Senhor Allan, falei com o Paulo. Vamos cancelar a venda". Pelo simples fato de ela não ter sequer tentado argumentar mantermos o trato, concluí que não poderiam instalar a porta dentro do prazo estipulado. Aceitou, sim, cancelar a compra, mas não me avisou que não pretendia me devolver o que pagara. O calvário para receber meu dinheiro de volta começava. (Note bem, nenhuma despesa a loja teve nestes dois dias de negociação, nenhuma encomenda havia sido feita, a Nota Fiscal nem havia sido emitida).

 

Fui até à loja e "tentaram" o estorno dos pagamentos que havia feito. A máquina da Cielo dizia, "sem limite".

 

Ao invés de simplesmente me devolverem a quantia que eu lhes havia pago, pois o dinheiro já estava na conta corrente comercial deles, como a própria Lurdes me falara, resolveram ir por um caminho do qual eu nem meu advogado havíamos ouvido falar, alegando que se fossem pelo caminho normal, usual, comum, lógico, teriam que pagar R$ 300,00 das taxas do cartão. Eu falei que pagaria essa taxa para resolvermos logo a questão. Não aceitaram e não me disseram o porquê. Segue abaixo o caminho muito "incomum" (para não dizer esdrúxulo) que optaram em seguir.

 

A Larissa Schorner me relatou que falara com a Cielo. A Cielo lhe enviaria um BOLETO, ela pagaria o tal do boleto para a Cielo e a Cielo transferiria meu crédito para meus cartões.

 

E se a Cielo não me reembolsasse? Quando coloquei esta questão para a Larissa ela me respondeu que isso eu teria que resolver com a Cielo, a operadora DELES!

 

PROPOSTA ABSURDA!

 

Segundo a Larissa, a loja Nova Era Portas resolveria o seu problema com a Cielo e eu estaria à mercê da Cielo para ter meu dinheiro de volta. Eu fiz uma transação comercial com a loja Nova Era Portas, não com a Cielo! Eu não tenho relação nenhuma com a Cielo. Isso é um disparate!

 

NÃO HÁ COMO EU ENTRAR EM CONTATO COM A CIELO PARA RESOLVER ESSE TIPO DE PROBLEMA, NÃO HÁ ESSA OPÇÃO NO MENU NO TELEFONE DA EMPRESA, EU NÃO SOU CLIENTE DA CIELO!

 

Enfim, EMUDECERAM e o tal do boleto nunca foi pago, pois se tivesse sido pago teriam pelo menos entrado em contato.

 

Quando fui fazer a compra de quase R$ 10.000,00 na Nova Era Portas, situada em Curitiba, no bairro do Novo Mundo, na Avenida Brasília 4925, me prometeram prazos que não iriam cumprir e agora estão com o meu dinheiro no bolso e eu fiquei a ver navios e sem dinheiro para trocar minhas portas.

 

Se quiserem arrumar grandes problemas na sua vida, façam suas compras na loja Nova Era Portas. Os prazos não serão respeitados e você não terá outra opção a não ser contratar um bom advogado para ter seu dinheiro de volta.

 

No fundo, no fundo, o que aconteceu foi uma ar-ma-di-lha, um as-sal-to, um gol-pe, um cri-me que será julgado e, se Deus quiser, vencerei. E tenho fé que vencerei, pois, "Quem será por mim contra os malfeitores? Quem se porá ao meu lado contra os que praticam a iniquidade?" (salmo)

Professor particular de inglês em Curitiba